Otimizando seu Blog WordPress para motores de busca

Otimizando seu Blog WordPress para motores de busca

O SEO é uma das melhores maneiras de se obter um fluxo constante de tráfego para seu site. Publicar um conteúdo viral pode fazer você obter uma explosão de visitantes ao seu site, mas o tráfego vai diminuir rapidamente ao longo do tempo. O que é verdadeiramente importante é o tráfego que você vai gerar após o pico viral.

E é aí aonde o SEO entra. Mas a coisa é, que só funciona se você estiver fazendo o SEO da maneira correta  em seu blog… incluindo a obter todas as configurações essenciais do WordPress corretamente.

Eu vou tentar orientar você , neste artigo em quais configurações você precisa prestar atenção, e o que você precisa fazer no seu blog WordPress para obter mais tráfego dos motores de busca.

 

Defina corretamente o título e meta descrição do site

 

Tudo começa com um título rico em palavras-chave e uma meta descrição para seu blog. Uma boa fórmula para a criação de uma etiqueta de título é escolher uma palavra-chave curta,rica e atraente. O mesmo é verdadeiro para a descrição. Deve ser cativante, rico em palavras-chave e curto… mas não tão curto como a etiqueta do título.

Uma boa regra é que, se sua meta descrição tenha 20 palavras ou mais, pra você estar bem.

Agora que você entende de títulos e descrições, vamos ver como você pode configurá-los. Por você ter um blog WordPress, a abordagem mais fácil vai ser você instalar o plugin de SEO para WordPress da Yoast.

wordpress-seo-plugin

Com este plugin você poderá facilmente configurar uma etiqueta de título e meta descrição em seu blog. E quanto às páginas de seu blog, o título e a descrição serão automaticamente definidas com base no título do seu post no blog e o conteúdo do primeiro parágrafo.

Você pode editar manualmente essas configurações, mas eu realmente não acho que será muito necessário.

 

Uma melhor estrutura de permalink

 

Agora, vamos decidir como seus links vão ser visto realmente. O permalink descreve a estrutura do seu URL. Enquanto há toneladas de variações no qual você deve escolher, ele realmente se resume a apenas três opções:

seudominio.Com/nome-da-postagem/

seudominio.com/2013/3/17/nome-da-postagem/

seudominio.Com/nome-da-postagem/IDPOSTAGEM/

Algumas pessoas argumentam que o primeiro exemplo é a melhor escolha. Pelas seguintes razões:

-Palavras são separadas por um hífen e não sublinhado.

-Permite que você ajuste o “nome-da-postagem” para incluir palavras-chave para fins de SEO, o que é realmente verdadeiro para todos eles.

-Removendo a data permite-lhe apresentar o seu conteúdo como se fosse fresco. Em outras palavras, se você escreveu um post há um ano e alguém o visitou hoje, irá ficar a sensação de que é novo e relevante.

-Transforma títulos da postagem longos em links de fácil memorização e compartilhados.Importante do ponto de vista de participação social:

Alguns escolhem uma variação do tema acima, mas incluem o IDPostagem e o título do post inteiro.Por que eles fazem isso? Por duas razões. O primeiro é que a URL mais longa permite mais oportunidades de palavras-chave. Não há nenhuma penalidade para sua URL ser longo enquanto está separada por hífens.

A outra razão é que um dos requisitos técnicos para ter um blog de autores múltiplos indexado no Google News é ter um número exclusivo. Você pode usar um site de mapa no Google News para contornar isso, no entanto.

Agora, se você estiver procurando por desempenho puro, então em minha experiência,/%id_postagem% é o permalink para você. Mas como você pode ver, isso não é nem um pouco amigável em SEO.

Se você quiser alterar a estrutura de seu permalink, é fácil de fazer. Basta ir a “Configurações>Links Permanentes”:

links permanetes

A “Estrutura Customizada” deve ser usada para obter o nome da postagen e a estrutura do ID.  Aliás, o WordPress irá fazer o trabalho deredirecionamento via 301 do velho para os novos URLS.Aviso: isso pode atrapalhar o seu tráfego no motor debusca um pouco.

 

Exclua suas URLs duplicadas

 

A atualização Panda acordou muita gente em alguns aspectos, até bastante óbvios. Todo aquele conteúdo superficial de repente passou a não ser tão bom para obter classificação alta.

Naturalmente, o conselho foi escrever conteúdo de qualidade. Se você já estava fazendo isso, então o Panda provavelmente não lhe detonou muito. No entanto,algumas pessoas realmente tiveram uma queda e tiveram um tempo difícil para descobrir o porquê.

Em alguns casos, ele desceram até os menus suspensos nos links de navegação. O Google estava indexando estes menus suspensos, atribuindo os parâmetros do menu na URL, o que leva a conteúdo duplicado. Na verdade, quase todas as páginas podem ser duplicada, então um site com 200 páginas agora tem 400.

Se isso aconteceu com você, aqui está como corrigir em duas etapas:

1)Substitua todos os menus suspensos com links. Correção rápida e fácil.

2)Adicione etiquetas canônicas – suas páginas canônicas são as páginas que você deseja que apareça no topo das buscas sobre as páginas duplicadas (como categoria ou arquivos de dados). A etiqueta canônica diz ao Google quais você deseja que apareça. Você pode usar etiquetas canônicas para outros motivos:

-Quando você cria páginas amigáveis de impressão, estas terão uma URL diferente.

-Quando você tem empregado páginas dinâmicas ou consultas no URL para estabelecer qual é o original.

-Alguém rouba o seu conteúdo.

-Produtos são exibidos em uma página em ordem alfabética, enquanto em outra página, eles são listadas por preço.

Você pode usar algumas ferramentas gratuitas para verificar se há conteúdo duplicado:

-Google Webmaster Tools

-Google Queries   

Aqui estão as consultas do Google que você vai querer usar :

-site:seudominio.com/blog-seleção para indexação de blog

-site:seudominio.com/category-verifica a indexação de categoria (a menos que você tenha se livrado da estrutura de pasta)

-site:seudominio.com/tag – Verifica quais tags são cadastradas

site:seudominio.com/author – Verifique se os arquivos do autor são indexados

-site:seudominio.com/2013 – Verifique que arquivos têm a data de 2013

site:seudominio.com/ inrul:page – seleção para subpáginas que estão sendo indexadas

 

Há não-indexação de páginas duplicadas

 

Se você tem páginas duplicadas no seu blog por causa do autor, datas, categoria, tag ou páginas de arquivos mensais, as diretrizes do Google diz para não se preocupar com isso. Eles poderão dizer quando as páginas duplicadas serão melhores para mostrar nos motores de busca. No entanto, eu recomendo não-indexá-los de qualquer maneira. É melhor prevenir do que remediar, quando se trata de mostrar a página correta para uma página de resultados de pesquisa.

-Use o Meta Robots plugin da Yoast- você pode não indexar duplicatas muito rápido e tê-las fora do índice em cerca de três semanas.

-Use as ferramentas de Webmaster para acelerar o processo de saída das páginas presas no index. Nas ferramentas de Webmaster, clique em ”Otimização>Remover URLs” e apenas digite a URL que você quer removida.

-Busque URLs que não estão mudando com a busca do google.” Coloque-o para indexar uma vez que possa ser encontrado para que o Google pode rastreá-lo novamente e apagá-lo do índice.

 

Porquê e como não seguir atributo nofollow

 

Se você é novo ao mundo do SEO, o atributo nofollow é um comando para motores de busca não indexar páginasde segundos. Ele originalmente bloqueava bots para rastrear links que se afastavam de uma determinada página e parecia como:

<meta name=”robots” content=”nofollow”/>

Em outras palavras, era um atributo a nível de página.

Para dar mais controle aos webmasters sobre os links específicos que usam o atributo nofollow, foi criado o atributo rel. Aqui está um exemplo:

<a href”Subscribe.php” rel=”nofollow”>Subscreva</a>

O Google descarta esses links de seu mapa da web, mesmo que essas páginas ainda aparecerem em seu índice (dado o fato de que outros sites externos

estão ligando o link para essa página). Eles também podem aparecer no índice, se eles estão no seu sitemap.

1)Como usar nofollow – use nofollow no conteúdo que você não confia como comentários de usuário, links pagos ou priorizar quais links devam ser rastreados.

Já que robôs de busca não podem assinar seu newsletter de e-mail ou feed RSS, você faria esses links nofollow.

2)Preste atenção na arquitetura do seu site – é importante lembrar que criar URLs SEO amigáveis de fácil navegação para começar será muito mais eficaz do que ir a uma caça às bruxas com o nofollow.

 

Acelere o seu blog

 

Há uma correlação inversa entre quão rápido seu blog carrega e quanto tráfego você vai obter. Quanto mais rápido seu blog carrega, mais tráfego do motor de busca você receberá. Quanto mais lento for carregado, menos tráfego do motor de busca você receberá.

Existem duas formas de acelerar o seu blog:

1)A primeira é para obter um bom servidor. Quanto melhor seu servidor, mais provável as coisas serem carregadas rapidamente.

2)A segunda maneira de acelerar o seu blog é através do plugin W3 Total Cache. Depois de instalá-lo, ele automaticamente ajustará seu código do blog para que ele carregue mais rápido.

Se você quer que seu blog carregue mais rápido, você não deve escolher apenas uma das opções acima. Você deve fazer ambas.

 

Plugin de SEO para WordPress

 

Como mencionei acima o Plugin de SEO para WordPress by Yoast vai ajudar a resolver a necessidade de sua meta tag e de seu title tag. Mas o que eu não falei é sobre todas as outras coisas que ele faz.

De limpar de seu código bagunçado para criação de mapas de site em XML para os motores de busca, ele cuida de toda a casa fazendo o que você normalmente teria que fazer manualmente

Aqui está uma rápida lista dos recursos do plugin:

-Títulos de Postagem e Decrições de metadados

-Configuração de robôs de metadados

-Canônico

-Breadcrumbs

-Limpeza de Permalink

-Mapa do site em XML

-Aprimoramentos de RSS

-Edita seu robots.txt e. htaccess

-Limpar o código da seção head(cabeçalho)

 

Conclusão

 

O WordPress é uma ótima plataforma para os blogueiros e gestores de sites. Claro existem outras grandes alternativas para criar um site ou blog, mas  o WordPress, é ainda o mais comum e o de mais de confiança lá fora. Assim é importante que você consiga configurar o SEO do seu blog adequadamente. Use algum tempo para avaliar as configurações para certificar-se de que você está maximizando seu potencial para você e seus clientes. Se você não está, então você está deixando algum tráfego… e assim, algum dinheiro… está indo pelo ralo.

 

Qual outras maneiras você poderia otimizar seu blog de Wordpress? Compartilhe…

 

Gostou? Então compartilhe nas redes sociais. Clique nos botões do Facebook, Google +, Twitter e Pinterest.

Sobre Marlon Uemura

Marlon Uemura é um blogueiro , fundador do "Up-Blog.com", no qual concentra-se partilhar conteúdos de qualidade para webmasters e blogueiros. Compartilhando suas idéias e táticas usadas em alguns sites, em que presta consultoria.

Comentários

  1. Ótimo artigo parabéns.

    Tenho uma dúvida, se meu robots.txt estiver impedindo a indexação porém em uma página tiver a meta tag index qual vai valer?
    Renato recently posted..Rastrear Produtos Comprados pelo eBayMy Profile

Deixe o seu comentário

*

CommentLuv badge